Precursores do Espiritismo

Loading...

sábado, 21 de março de 2015

A VIDA DE MARIA

Fig. 1A história da vida de Maria é a história da vida de muitas pessoas.
Recostada numa cadeira de hospital, depois de uma operação de coração, Maria repassava na memória os principais acontecimentos de sua vida.
Fora uma criança insatisfeita. Não aceitava as dificuldades da família e sempre estava a solicitar mais do que sua mãe podia oferecer-lhe como modesta costureira que era. Não aceitava também a disciplina do estudo, que bem cedo deixou.
Quando jovem sonhou muito e colecionou várias desilusões. Maria, entretanto, não admitia ser contrariada em seus desejos, mas não conseguia a calma para conquistar, com seu esforço e disciplina, melhores condições de vida.

Fig. 2Muitos foram os empregos por que passou. E deles sempre se afastava, culpando a todos. Às vezes, era o patrão intratável; outras vezes, a dona de casa exigente; ou a inveja dos colegas, que a perturbava... Maria nada suportava, mas só não percebia os próprios erros. Era a eterna insatisfeita e revoltada.
Certa vez em que estava desempregada, Maria sem ter o que comer, saiu andando sem rumo pela rua, à espera, talvez, de que alguma coisa de bom acontecesse. Em uma esquina achou uma nota de dinheiro. Ao apanhá-la, viu que faltava quase metade da nota! Não teria valor.

Fig. 3Maria, sempre na sua impaciência, rasgou a nota em pedacinhos, xingou, rogou praga, afirmou que Deus, se existia, não era Pai... Continuou a andar, sentindo uma revolta cada vez maior, que lhe trazia tonteira e um grande mal estar. Parou  por  uns  momentos  e  seus  olhos  viram  no chão  outra  nota. Abaixou-se.  Pegou-a. Era o outro pedaço da nota que havia achado. E era uma nota de cinqüenta reais, mais do que suficiente para amenizar a sua fome!
Maria, chocada, caiu ali na calçada e, ao acordar, estava em um hospital público, onde foi submetida a uma cirurgia de emergência.
A recuperação de Maria estava sendo demorada, porém bastante útil para que ela pudesse refletir sobre as causas das infelicidades que marcaram sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário